The Ultimate Guide To frases de motivacao

Mesmo que a apreensão de todo o conteúdo curricular pelo aluno com deficiência intelectual seja significativamente limitada, há a possibilidade de um efetivo desenvolvimento de suas potencialidades, tal como propõe a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº nine.394, de 1996) em relação aos objetivos educacionais centrados nos processos formativos e no vínculo com o mundo do trabalho e com a prática social.

Muitos professores, principalmente do ensino basic, alegam não se sentirem preparados e motivados para a docência de grupos tão diversificados como no caso da deficiência intelectual (CARVALHO, 2004; ROSSATO; LEONARDO, 2011). Entretanto, como bem apontado por Dias (2010), tanto o ensino frequent em sala de aula comum quanto o AEE do aluno com deficiência intelectual não requerem uma abordagem pedagógica inteiramente nova e diferenciada.

A terminologia da área dos transtornos da aprendizagem e do desenvolvimento define deficiência como uma condição resultante de um impedimento, ou seja, como uma limitação em algum nível que compromete determinados desempenhos (OMS, 1995; AMERICAN PSYCHIATRIC Affiliation, 1995; SASSAKI, 2005). Assim, deficiência corresponde a uma habilidade em déficit, uma perda ou uma anormalidade (no sentido estrutural, estatístico, e não cultural, como nas noções pejorativas de bom e ruim).

Quando o assunto é o ensino escolar dos alunos com deficiência intelectual, não é raro o questionamento sobre o modo de trabalhar com tais alunos. Para tanto, este artigo procura apresentar uma descrição e uma compreensão acerca das características da deficiência intelectual em relação ao quadro principal de prejuízo cognitivo (as excitingções intelectuais) e adaptativo (as entertainingções sociais, emocionais e práticas), para, então, definir as possibilidades da prática pedagógica no contexto escolar. O estudo foi construído a partir de uma pesquisa bibliográfica sobre a área da deficiência intelectual, dos transtornos da aprendizagem e do desenvolvimento, da inclusão escolar e do ensino especializado.

Desse modo, é possível gerar condições para que o aluno acerte mais do que erre, receba mais reforço imediato e feed-back. Assim, promove-se a motivação, a autoconfiança e o aumento de comportamentos almejados pelos objetivos escolares;

• que tenha o mínimo possível de alteração nas atividades básicas (disciplinas, atendimento educacional especializado, esportes), obedecendo a horários regulares. Isso não significa, porém, que alterações repentinas da rotina sejam prejudiciais, mas elas devem ser bem dosadas e planejadas, principalmente quando envolverem atividades de conteúdos curriculares, pois as mudanças poderão gerar indesejada ansiedade e insegurança.

• que gere no aluno e na família o interesse permanente pela aprendizagem e pelo crescimento pessoal, uma vez que é característica do ser humano a possibilidade da mudança e da vivência de aprendizagens e experiências variadas por toda a vida;

A educação escolar é mais do que um processo e um contexto para a promoção da aprendizagem de conteúdos técnico-teóricos, devendo também promover a convivência humana. Das interações próprias ao contexto escolar, acaba sendo evidenciada a diversidade humana, uma vez que tais interações fazem emergir a singularidade de cada sujeito e a necessidade de práticas de ensino e de interação que sejam tanto pluralizadas como individuais.

* Este artigo é parte do trabalho last apresentado ao curso de Pós-Graduação em Educação para a Diversidade e Cidadania da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (UFG), concluído em fevereiro de 2012. 1- Evocação significa a recuperação de um conteúdo memorizado a partir de estímulos relacionados à situação primary ou por meio de tempo e esforço novos para reaprender e atingir um desempenho semelhante ao first.

Não espere que as pessoas lhe digam o que fazer, aja de acordo com sua vontade, vença por si próprio!

Nessa linha estratégica também pode ser utilizado o cantinho do sossego, um lugar na escola ou na própria casa do aluno para ele ir sempre que precisar relaxar, e onde pode haver objetos por ele preferidos;

No AEE, objetiva-se um aprendizado diferente dos conteúdos curriculares estabelecidos no ensino comum, procurando criar condições para o aluno ultrapassar as barreiras impostas pela deficiência.

A partir da concepção estabelecida em Atendimento educacional especializado em deficiência mental, de Batista e Mantoan (2007), o processo de conhecimento deve dar-se na dimensão subjetiva. Enquanto o conhecimento acadêmico refere-se à aprendizagem do conteúdo curricular, o AEE trabalha "a forma pela qual o aluno trata todo e qualquer conteúdo que lhe é apresentado e como consegue significá-lo" (p.

• em que conflitos sejam reconhecidos e resolvidos pacífica e imediatamente, tendo em vista os iniciais sinais de estresse e irritabilidade, uma frases de motivacao vez que alguns indivíduos com deficiência intelectual podem apresentar uma marcada impulsividade e um fraco autocontrole emocional. Além disso, tais alunos podem ter maior dificuldade em executar as atividades escolares e a possibilidade de baixa autoestima pode gerar uma maior ocorrência de estresse e sua respectiva manifestação comportamental.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *